Dr. Luiz Pellegrino

De segunda a sexta-feira das 8:00hs as 18:00hs

EMAIL PARA CONTATO ortopediatricasp@gmail.com
ligue ou mande um whatsapp 11-97188-2912 (Whatsapp)
Contatos

SPML na Paralisia Cerebral

O que é SPML ?

 SPML ( Alongamento miofascial percutâneo seletivo) é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo, realizado sob anestesia geral para o tratamento dos encurtamentos dos tendões  que ocorrem nas crianças com Paralisia cerebral, devido, principalmente, à discrepância entre o crescimento dos músculos e do esqueleto causada pela espasticidade.

O termo “percutâneo”utilizado no nome SPML significa a utilização de pequenas incisões de 2 mm que não necessitam suturas.

O método de SPML foi desenvolvido pelo Dr. Roy Nuzzo de Summit , New Jersey – USA

Nosso primeiro contato com a técnica foi em Atlanta, USA, através do Dr David Yngve do Texas, e desde então, temos realizados esse procedimento em centenas de pacientes aqui no Brasil, com excelentes resultados.

Como funciona o SPML ?

O procedimento é realizado através da liberação das bandas tensas do tendão na chamada “zona de transição ou zona II”. Essa zona é transição entre o músculo e o tendão propriamente, onde há uma superposição de fibras . O tendão, nessa zona, é bem fino e suas fibras ficam como que ancoradas na parte mais superficial do músculo, chamada Miofáscia . Quando seccionamos essas bandas tensas miofasciais através das micro-incisões, o músculo subjacente é alongado facilmente.

Quais os músculos que podem ser alongados pela técnica de SPML ?

Crianças com Paralisia cerebral têm espasticidade e encurtamento muscular em várias localizações dos membros inferiores.

Muitas áreas podem ser tratadas com a técnica SPML durante o mesmo procedimento.

As áreas mais comuns para realização do procedimento são:

  • Região das panturrilhas ( músculo tríceps sural – Tendão de Aquiles)
  • Região poplítea ou na parte posterior das coxas ( músculos flexores dos joelhos)
  • Região inguinal para tratamento da “marcha em tesoura”ou adução cruzada

 

Em qual idade pode ser realizado o SPML ?

 Como o SPML usa micro-incisões, formam cicatrizes muito pequenas. Isso é muito importante, pois as cicatrizes estão associadas à recorrência da contratura e da deformidade após o alongamento convencional pela cirurgia aberta. Assim, o SPML funciona bem em qualquer idade, desde que haja encurtamento muscular mesmo nas crianças mais novas.

 

O SPML pode reduzir a espasticidade e auxiliar na prevenção de novas contraturas musculares ?

 Sim. A zona II ou zona de transição músculo-tendinosa, onde é realizado o procedimento é rica em estruturas denominadas “fusos musculares” que são receptores de pressão. Quando a criança apresenta contratura muscular, ela coloca muita pressão sobre essas regiões e isso estimula a espasticidade. Com o SPML, além do alongamento obtido, reduz-se a pressão nessas estruturas, trazendo como bônus a redução da espasticidade (reduz o chamado “gatilho”ou “input periférico”  que desencadeia a resposta espástica.

 

Quais as principais vantagens do SPML sobre a cirurgia convencional ?

 

  1. Possibilidade de realização em qualquer idade, desde que haja encurtamento muscular, possibilitando evoluir no processo de reabilitação da criança

 

  1. Procedimento de baixa morbidade, com incidência de complicações muito baixas e internação hospitalar mínima (1dia)

 

  1. Reabilitação precoce já a partir do primeiro dia de pós operatório, podendo mobilizar e colocar em pé, o paciente, já a partir desse momento, evitando atrofias musculares  pela imobilização prolongada

 

  1. Índice de recidiva ou recorrência baixo. Os trabalhos têm demonstrado entre 7% e 10% de recorrências nos primeiros 7 anos

 

  1. Possibilidade de realizar o procedimento, em casos de recorrência, sem prejuízo para o músculo